PANDEMIA

Hospital Garcia de Orta fabrica essências para treinar olfato

Os Serviços Farmacêuticos do Hospital Garcia de Orta produziram um conjunto de essências para ajudar os doentes a recuperar o olfato.

Hospital Garcia de Orta fabrica essências para treinar olfato
NOVO COVID-19, FAQ – PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

SOCIEDADE E SAÚDE

NOVO COVID-19, FAQ – PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

O Smell Test português, um projeto que antecede a pandemia de COVID-19 e ganha agora uma importância acrescida, foi buscar inspiração a uma experiência feita em Barcelona, Espanha, mas adaptada à “realidade portuguesa”, através da escolha de “essências mais características” para a população.

Anis, gasolina, aguarrás, fumado, tangerina, cogumelo, queijo, melão são as essências que desaparecem do teste português, que opta por introduzir alfazema, canela, pinheiro, chocolate, laranja e café, “substâncias tipicamente portuguesas que estimulam os mesmos grupos de nervos”, explica Luís Antunes, diretor do Serviço de Otorrinolaringologia do hospital.

A “bateria de avaliação olfativa”, constituída por 23 essências, é utilizada com acompanhamento médico, mas para o kit de reabilitação, com quatro essências, “o doente é autónomo”, pode levá-lo para casa para “fazer um cheiro sistemático de recuperação”, explica Armando Alcobia, diretor dos Serviço Farmacêuticos.

O Smell Test – diagnóstico e terapêutica – foi desenvolvido antes da Covid-19, como resposta às necessidades do Serviço de Otorrinolaringologia do hospital, em parceria com a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.

“Com a COVID-19, efetivamente, o olfato é um dos órgãos dos sentidos afetados e, muitas vezes, é o primeiro a fazer (…) a suspeita da positividade em relação à COVID-19”, destaca Luís Antunes.

Os cerca de 60 doentes em tratamento no Garcia Orta ainda não permitem obter “dados concretos quanto à sua recuperação”, mas “os resultados estão a ser favoráveis” assinala o responsável pelo Serviço de Otorrinolaringologia, sublinhando que mais importante do que o diagnóstico é a reabilitação e o tratamento

Por esse motivo, o hospital tem desenvolvido “kits de reabilitação olfativa”, em que o doente tem os mesmos odores, mas com concentrações diferentes, para diariamente treinar o olfato.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS