TRANSPLANTE

Quase 370 órgãos transplantados no primeiro semestre de 2021

Os transplantes subiram no primeiro semestre do ano, sobretudo os cardíacos e a pulmonares, com um total de 369 órgãos transplantados até final de junho, mais 54 do que no ano passado, segundo a Coordenação Nacional da Transplantação.

Quase 370 órgãos transplantados no primeiro semestre de 2021
TRANSPLANTES O PRÓXIMO FUTURO

MEDICINA E MEDICAMENTOS

TRANSPLANTES O PRÓXIMO FUTURO

Os dados, revelados a propósito do Dia Nacional da Doação de Órgãos e da Transplantação, que hoje se assinala, indicam que nos primeiros seis meses deste ano houve um total de 163 dadores de órgãos (dadores falecidos e dadores vivos), mais 22 do que no período homólogo de 2020, sendo que 143 foram dadores falecidos (mais 21).

Nos primeiros seis meses deste ano foram feitos 27 transplantes cardíacos, mais 12 do que em igual período do ano passado, 201 renais (mais 33), 99 hepáticos (mais 10) e 24 pulmonares (mais cinco). Os transplantes pancreáticos baixaram relativamente ao período homólogo, com oito realizados no primeiro semestre deste ano (menos seis).

De acordo com os dados do Instituto Português do Sague e da Transplantação (IPST), no primeiro semestre foram colhidos 424 órgãos (mais 78) e que a taxa de utilização foi de 82 por cento (349 transplantados).

O IPST, em conjunto com a Sociedade Portuguesa de Transplantação, organizou hoje pelas 11 horas uma sessão online para homenagear todos aqueles que direta ou indiretamente estão envolvidos na doação e na transplantação de órgãos.

No encontro foram discutidos os principais desafios que enfrentam os hospitais na identificação e tratamento dos dadores, na organização da colheita e no transplante de órgãos, envolvendo diversos profissionais e especialidades médicas e cirúrgicas.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS