GASTROENTEROLOGIA

Alimentos ultraprocessados podem provocar doenças no intestino

O consumo de alimentos ultraprocessados pode aumentar o risco de desenvolver doença inflamatória intestinal, conclui um novo estudo da Universidade McMaster, no Canadá.

Alimentos ultraprocessados podem provocar doenças no intestino
VIVER COM A DOENÇA DE CROHN

DOENÇAS E TRATAMENTOS

VIVER COM A DOENÇA DE CROHN

Entre esses alimentos estão produtos industrializados, refrigerantes, cerais açucarados, refeições prontas para consumo com aditivos alimentares e itens de carne e peixe reconstituídos. Esses produtos costumam ter altos níveis de adição de açúcar, gordura e sal, mas são pobres em vitaminas e fibras.

Acredita-se que a dieta desempenhe um papel na doença inflamatória intestinal, mas há dados limitados sobre a ligação entre o consumo de alimentos ultraprocessados e a doença inflamatória intestinal, que inclui a doença de Crohn e a colite ulcerosa.

Para saber mais sobre essa associação, os cientistas analisaram dados de mais de 116 000 adultos, com idades entre os 35 e os 70 anos, que vivem em 21 países de baixa, média e alta renda. Todos participavam do estudo Prospective Urban Rural Epidemiology (PURE) que examina as influências sociais sobre as doenças crónicas.

Os participantes foram inscritos entre 2003 e 2016 e avaliados pelo menos a cada três anos. Ao longo de um seguimento médio de dez anos, 467 participantes foram diagnosticados com doença inflamatória intestinal: 90 com doença de Crohn e 377 com colite ulcerosa.

Após ter em conta outros fatores, os autores concluíram que o consumo de maiores quantidades de alimentos altamente processados estava associado a um maior risco de doença inflamatória intestinal.

Em comparação com pessoas que ingeriam menos de uma porção de alimentos ultraprocessados por dia, o risco de doença inflamatória intestinal foi 82 por cento maior entre aqueles que consumiam cinco ou mais porções diárias e 67 por cento maior entre aqueles que ingeriam de uma a quatro porções diárias.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS