INSULINA

Exposição dos 100 anos da descoberta da insulina regressa a Lisboa

Esta exposição que promete transmitir uma nova perspetiva sobre a insulina, é uma viagem aos principais marcos históricos relativos ao tratamento da diabetes desde o antigo Egipto, onde em 1550 A.C. havia já referência a uma doença que se assemelhava à diabetes, até 1921, o ano da descoberta da insulina.

Exposição dos 100 anos da descoberta da insulina regressa a Lisboa
A DIABETES

DOENÇAS E TRATAMENTOS

A DIABETES

Nos anos 80 do século XX, a insulina passou a ser 100% comparticipada pelo Serviço Nacional de Saúde, sendo este um dos destaques da exposição. Em Portugal a figura de Ernesto Roma assume destaque, pois foi o responsável pela introdução, em Portugal, do conceito de educação terapêutica no tratamento com insulina das pessoas com diabetes e é a si que se deve a criação da primeira associação de diabetes do mundo, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP). Uma instituição que ao longo dos seus 95 anos de história tem mantido alta a bandeira de respeito pelas pessoas com diabetes e de defesa da sua autonomia e integração social.

A Comissão Executiva das Comemorações do Centenário da Descoberta da Insulina é constituída por José Luiz Medina, Luis Gardete Correia e Manuel Almeida Ruas, médicos endocrinologistas que acompanharam mais de meio século da história da insulina. As comemorações contam com o apoio da Federação Internacional da Diabetes.

A exposição irá permanecer na sede da APDP, em Lisboa até ao início de setembro.

Fonte: APDP

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS