NUTRIENTES

Café pode reduzir risco de infeção por COVID-19

Uma equipa de cientistas descobriu uma forte relação entre a quantidade de café que um indivíduo ingere e a probabilidade de essa pessoa contrair COVID-19.

Café pode reduzir risco de infeção por COVID-19
CAFÉ

DIETA E NUTRIÇÃO

CAFÉ

Num estudo publicado na revista Nutrients, investigadores da Universidade Northwestern, no Reino Unido, analisaram dados dietéticos de quase 38 mil pessoas cedidos pelo Biobank UK.

Primeiramente, os cientistas analisaram dados de dieta auto-relatados que 37 988 participantes partilharam entre 2006 e 2010, quando cada um deles tinha entre 40 e 70 anos de idade. Em seguida, a equipa teve acesso aos resultados do teste COVID-19 desses mesmos indivíduos, entre março e novembro de 2020.

Os investigadores analisaram os padrões de consumo dos participantes de café, chá, carnes processadas, carnes vermelhas, peixes ricos em ácidos gordos ómega-3, frutas e vegetais.

Desses alimentos e bebidas, o café apareceu entre os principais fatores dietéticos de prevenção da COVID-19. Segundo os resultados, o consumo de café - assim como de vegetais - foi favoravelmente associado a uma menor probabilidade de infeção por COVID-19.

O consumo habitual de uma ou mais chávenas de café por dia foi associado a uma redução de cerca de dez por cento no risco de ter COVID-19.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS