DERMATOLOGIA

Dieta ocidental pode potenciar problemas dermatológicos

Um estudo recente descobriu que seguir uma dieta rica em açúcar e gordura, como a dieta ocidental, leva a um desequilíbrio no microbioma intestinal e pode contribuir para o desenvolvimento de doenças inflamatórias da pele, como a psoríase.

Dieta ocidental pode potenciar problemas dermatológicos
PSORÍASE CONHECER PARA DESMISTIFICAR

DOENÇAS E TRATAMENTOS

PSORÍASE CONHECER PARA DESMISTIFICAR

Publicado no Journal of Investigative Dermatology, o estudo sugere que a mudança para uma dieta mais equilibrada restaura a saúde do intestino e suprime a inflamação da pele.

Cientistas alimentaram ratos com uma dieta ocidental por seis semanas antes de lhes fornecer um agente indutor de IL-23 para desencadear os sintomas de psoríase e artrite psoriática.

Em seguida, os animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos: um grupo que continuou a dieta ocidental por mais quatro semanas e um grupo que mudou para uma dieta equilibrada e saudável pelo mesmo período.

O estudo mostrou que ingerir uma dieta rica em açúcar e gordura por dez semanas predispôs os ratos a inflamação da pele e das articulações.

Os ratos que passaram a ingerir uma dieta saudável tiveram menos escamação da pele e espessura reduzida da orelha do que os ratos que seguiram uma dieta ocidental.

A melhoria na inflamação da pele em ratos retirados da dieta ocidental indica um impacto de curto prazo da dieta ocidental na inflamação da pele, afirmaram os autores do estudo.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS