PANDEMIA

Consumo de álcool entre os jovens não aumentou durante pandemia

Um novo estudo sobre o consumo excessivo de álcool por parte de jovens e o seu impacto psicológico durante a pandemia da COVID-19 revelou algumas descobertas inesperadas que desafiam as noções preconcebidas sobre o consumo de álcool relacionado com a pandemia.

Consumo de álcool entre os jovens não aumentou durante pandemia
ALCOOLISMO

DOENÇAS E TRATAMENTOS

ALCOOLISMO

Ao analisarem uma amostra de quase 500 jovens adultos, com idades entre os 18 e os 25 anos, os cientistas observaram uma redução no consumo excessivo e nas consequências do álcool durante a fase inicial da pandemia, tanto para homens quanto para mulheres.

Os resultados contrastam com muitos relatos de aumento do consumo de álcool e aumento dos gastos das famílias com álcool durante esse período.

Mais surpreendentes, entretanto, foram as descobertas adicionais que mostraram taxas aumentadas de sintomas de depressão e ansiedade entre mulheres jovens - aumentos que não foram observados num grau significativo entre os participantes do sexo masculino.

O estudo foi realizado pela Universidade McMaster, no Canadá.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS