SUPLEMENTOS

Suplementos fitoterápicos e dietéticos não ajudam a perder peso

Não existem evidências suficientes que justifiquem a recomendação de suplementos fitoterápicos e dietéticos para ajudar as pessoas a perder peso, de acordo com uma nova investigação realizada pela Universidade de Sidney, na Austrália, que será apresentada no próximo Congresso Europeu de Obesidade.

Suplementos fitoterápicos e dietéticos não ajudam a perder peso
SUPLEMENTOS ALIMENTARES

DIETA E NUTRIÇÃO

SUPLEMENTOS ALIMENTARES

Segundo os cientistas, embora a maioria dos suplementos pareça segura para consumo a curto prazo, eles não irão proporcionar uma perda de peso que seja clinicamente significativa; entre os vários suplementos analisados, a lista incluiu chá verde, feijão branco, efedrina, manga, erva-mate e raiz de alcaçuz.

Para estudar a eficácia destes e de outros suplementos, os investigadores realizaram uma meta-análise de todos os estudos publicados até ao momento nos quais o impacto dos suplementos para perda de peso foi comparado com o impacto dos placebos.

No total, foram analisados 54 estudos que envolveram 4 331 adultos saudáveis, com sobrepeso ou obesos. Segundo o estudo, apenas um único agente, o feijão branco, resultou numa perda de peso estatisticamente maior do que um placebo.

Num estudo separado, o mesmo grupo de pesquisa analisou estudos anteriores que compararam o efeito de placebos com suplementos dietéticos que incluíam quitosana, glucomanano, frutano e ácido linoleico. A análise descobriu que esses suplementos resultaram em perda de peso, mas não em níveis clinicamente significativos.

Assim, os cientistas concluíram que são necessárias mais investigações para que estes tipos de suplementos possam ser recomendados enquanto auxiliares para perda de peso.

Fonte: The Guardian

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS