PANDEMIA

COVID-19: Portugal é o país da UE com menos mortes diárias

Portugal voltou esta terça-feira, 4 de maio, a não registar qualquer morte por COVID-19. É a quarta vez desde o início da pandemia, em março de 2020, e a terceira em duas semanas que Portugal não tem registo de mortes relacionadas com a doença.

COVID-19: Portugal é o país da UE com menos mortes diárias
A MORTE

MENTE E RELACIONAMENTOS

A MORTE

O primeiro dia sem registo de óbitos ocorreu em 3 de agosto de 2020, o segundo foi em 26 de abril e o terceiro na passada sexta-feira, dia 30 de abril.

Segundo o site de estatísticas Our World in Data, Portugal é atualmente o país da União Europeia (UE) com menos mortes diárias atribuídas à COVID-19, nos últimos sete dias por milhão de habitantes e o segundo com menos casos.

Com uma média de 39,72 novos casos diários por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal só está atrás da Finlândia, que apresenta uma média de 36,72 para o mesmo indicador.

No que toca à média de mortes por COVID-19 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal tem a média móvel mais baixa, com 0,17 óbitos.

No resto da União Europeia, Chipre é o país com maior média de novos casos diários (656,14 por milhão de habitantes), seguido da Suécia (498,78), Lituânia (439,91), Croácia (436,62) e Países Baixos (400,68).

Em todo o mundo, Uruguai é o país com mais de um milhão de habitantes em situação pior neste indicador, com 724,91 novos casos diários por milhão de habitantes nos últimos sete dias, seguido do Bahrain (665,51), Chipre, Cabo Verde (518,77) e Suécia.

A média da UE está em 222,85 novos casos diários por milhão de habitantes, enquanto a média mundial se situa em 104,11 nesse indicador.

Dos países da UE, a Hungria está em pior situação na média diária de mortes com covid-19 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, com 17,41, seguida da Bulgária (12,03), Croácia (11,41), Polónia (10,01), Eslováquia (7,09) e Grécia (6,11). A média mundial neste indicador está em 1,71 e a da UE em 4,46.

Dos Estados-membros da UE, é Malta que tem a taxa de vacinação completa da população mais alta (24,51 por cento), mas trata-se de um país com menos de um milhão de habitantes.

A Hungria tem 21,5 por cento da sua população completamente vacinada, seguida da Lituânia (11,17 por cento), Itália (10,34 por cento) e Eslovénia (10,27 por cento).

No entanto, Portugal tem 8,9 por cento da população completamente vacinada, abaixo da média da UE, que está em 9,11 por cento, de acordo com os dados do site Our World in Data.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS