ALCOOLISMO

Redes sociais podem potenciar consumo de álcool

O uso mais intenso das redes sociais foi associado a um consumo mais frequente de álcool entre jovens no Reino Unido, de acordo com um novo estudo realizado pela Universidade College London.

Redes sociais podem potenciar consumo de álcool
ALCOOLISMO

DOENÇAS E TRATAMENTOS

ALCOOLISMO

Publicado na revista Addiction, o estudo descobriu que pessoas com idades entre os dez e os 15 anos que usavam as redes sociais com mais regularidade eram mais propensas a consumir álcool.

Os cientistas também encontraram uma ligação entre o uso mais intenso das redes sociais e o consumo excessivo de álcool entre jovens adultos com idades entre os 16 e os 19 anos.

Os autores do estudo acreditam que este estudo é o primeiro a mostrar a existência desta associação: os cientistas analisaram dados recolhidos entre 2011 e 2013 de 6 782 participantes, e, depois, acompanharam 3 645 desses participantes, entre 2014 e 2016.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS