VACINA

Vacina da AstraZeneca “é segura e eficaz”

A ministra da Saúde, Marta Temido, reiterou que a vacina da AstraZeneca é segura e eficaz e apelou aos portugueses para terem confiança nas vacinas disponíveis contra a COVID-19.

Vacina da AstraZeneca “é segura e eficaz”
VACINAÇÃO

SOCIEDADE E SAÚDE

VACINAÇÃO

Depois de as autoridades de saúde portuguesas terem recomendado a administração da vacina da AstraZeneca apenas em maiores de 60 anos, seguindo a decisão de mais de uma dezena de países, Marta Temido afirmou que este caso mostra que “o sistema europeu de vigilância funciona”.

“A mensagem principal que queria passar é que vale a pena os cidadãos terem confiança nas vacinas que estão disponíveis contra a COVID-19”, afirmou a ministra da Saúde.

Alguns países optaram por manter a suspensão da administração da vacina abaixo dos 60 anos, Portugal foi um deles, “esperando que rapidamente haja informação complementar sobre os riscos efetivos de subgrupos deste grupo que permitam afinar este critério de exclusão para a vacinação”.

Questionada sobre se já há alguma decisão relativamente à segunda toma desta vacina, Marta Temido afirmou ser “uma decisão muito importante”.

Segundo a governante, alguns países estão já a optar por fazer a combinação de uma primeira toma de uma vacina com uma segunda toma de outra vacina, há até algum estudo a dizer que isso pode ser vantajoso, mas “é uma decisão que tem que ser técnica”.

“Eu tomei a primeira dose da vacina AstraZeneca, tenho 47 anos, e, portanto, eu fiz, todos fizemos, aquilo que o médico na altura entendeu que era o melhor para nós”, comentou.

Sobre como se pode transmitir uma mensagem de confiança aos portugueses sobre esta vacina, Marta Temido disse que é dizendo-lhes que nunca se sabe “tudo sobre um fenómeno novo, que é uma doença nova, para a qual a melhor resposta continua a ser a vacinação”.

“Da mesma forma que lhes pedimos – fiquem em casa, usem máscara, para se protegerem a si e aos seus – agora dizemos aquilo que sabemos sobre a vacinação”, disse, sublinhando que “a vacina é segura e é eficaz”.

“Como ministra da Saúde, aquilo que posso dizer, face às escolhas que sempre temos que fazer, é que a opção pela toma da vacina é a melhor opção”, rematou Marta Temido.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS