DEPRESSÃO

COVID-19 teve grande impacto na saúde mental dos jovens

A pandemia da COVID-19 afetou gravemente a saúde mental dos jovens, com um novo estudo a identificar um aumento dos níveis de depressão clínica nesse grupo etário.

COVID-19 teve grande impacto na saúde mental dos jovens
DEPRESSÃO - A GUERRA ENTRE A APATIA E O ÂNIMO

MENTE E RELACIONAMENTOS

DEPRESSÃO - A GUERRA ENTRE A APATIA E O ÂNIMO

Para este estudo, cientistas da Universidade de Surrey, no Reino Unido, entrevistaram 259 jovens na pré-pandemia (outono de 2019) e a meio das medidas iniciais de confinamento (maio/junho de 2020) sobre os seus níveis de depressão, ansiedade, bem-estar, uso de álcool e qualidade do sono.

Publicado na revista Psychiatry Research, o estudo encontrou evidências de um impacto substancial na saúde mental desses jovens adultos devido à pandemia, com um aumento significativo nos sintomas de depressão e uma redução no bem-estar geral durante o confinamento, em comparação com o outono anterior. Os níveis de depressão clínica nos entrevistados mais do que duplicaram durante esse período.

A qualidade do sono não diminuiu na amostra geral, mas, mais importante, foi observada uma correlação entre o aumento da depressão e a diminuição da qualidade do sono durante o confinamento.

Os cientistas também identificaram uma mudança significativa nos horários de sono, com os jovens a preferirem deitar-se mais tarde e, consequentemente, a acordarem mais tarde, o que foi associado a níveis mais elevados de ansiedade e uma maior prevalência de distúrbios psiquiátricos menores.

Curiosamente, apesar dos relatos de aumento nas vendas mundiais de álcool durante o primeiro confinamento, os cientistas identificaram uma diminuição significativa no consumo de álcool nesse grupo, o que pode ser atribuído às restrições sociais em vigor durante este período.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS