PANDEMIA

Plano de desconfinamento apresentado a 11 de março

O Conselho de Ministros aprovou o decreto que regulamenta o novo período do estado de emergência, entre 2 e 16 de março, sem qualquer alteração às medidas de contenção da COVID-19.

Plano de desconfinamento apresentado a 11 de março
NOVO COVID-19, FAQ – PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

SOCIEDADE E SAÚDE

NOVO COVID-19, FAQ – PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

Continuam em vigor todas as restrições impostas em Portugal continental, o que abrange limitações ao funcionamento do comércio não-essencial e da restauração, assim como a proibição de circulação entre concelhos ao fim de semana e o dever geral de recolhimento.

António Costa revelou, em conferência de imprensa, no Palácio Nacional da Ajuda, que o plano de desconfinamento será apresentado no dia 11 de março e que será “gradual, progressivo e diferenciado” em termos de abertura de atividades.

“Quero aqui assumir o compromisso de que dentro de 15 dias, em 11 de março, o Governo apresentará o plano de desconfinamento do país. Tal como fizemos há um ano, esse plano será gradual. Progressivamente irá abrangendo sucessivas atividades e será guiado por critérios objetivos”, referiu.
De acordo com o primeiro-ministro, esses critérios objetivos devem permitir “ir medindo a evolução da pandemia de COVID-19”.

Sem querer adiantar pormenores, admitiu que o desconfinamento começará pelas escolas, pois tendo sido a “última medida” tomada pelo executivo para o confinamento em vigor, “é natural que seja também a primeira medida que venhamos a tomar seja iniciar o desconfinamento pelas escolas”.

O governante deixou um alerta em relação a recentes dados relativos à mobilidade: “verificamos que, conforme os resultados têm melhorado, o grau de confinamento voluntário tem vindo a diminuir”.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS