VACINA

OMS dá luz verde a duas versões da vacina da AstraZeneca

A Organização Mundial de Saúde (OMS) deu luz verde à utilização de emergência de duas versões da vacina Oxford-AstraZeneca contra a COVID-19.

OMS dá luz verde a duas versões da vacina da AstraZeneca
VACINAÇÃO

SOCIEDADE E SAÚDE

VACINAÇÃO

O diretor-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse, em conferência de imprensa, que esta aprovação permite agora que as vacinas sejam lançadas a nível mundial através do COVAX, o mecanismo que a OMS criou para uma distribuição equitativa de vacinas para combater o novo coronavírus.

Uma das versões é produzida pela AstraZeneca-SKBio, na Coreia do Sul, e a outra pelo Instituto Serum Institute da Índia. Embora a vacina seja a mesma, as versões são feitas em unidades de produção diferentes, exigindo aprovações separadas.

O responsável realçou que o processo foi concluído em menos de um mês, desde que a OMS recebeu os dossiers completos dos fabricantes, e explicou que as duas vacinas se juntam a outra que já tinha sido aprovada, da Pfizer-BioNTech.

“Dispomos agora de todas as peças para a rápida distribuição de vacinas. Mas ainda precisamos de aumentar a produção”, disse na conferência de imprensa, destacando que, pela quinta semana consecutiva, o número de casos de COVID-19 a nível mundial está a diminuir, com a semana passada a registar o número mais baixo de novas infeções desde outubro de 2020.

Até agora, explicou o responsável, o número de casos comunicados semanalmente diminuiu quase para metade, de mais de cinco milhões de casos na semana que começou a 4 de janeiro para 2,6 milhões de casos na semana com início a 8 de fevereiro.

Tal demonstra que na pandemia de COVID-19 as medidas simples de saúde pública funcionam, mesmo na presença de variantes do vírus, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, adiantando que o importante agora é a forma como os países respondem a esta tendência, porque “o incêndio não está apagado, apenas o seu tamanho foi reduzido”.

Fonte: ONU

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS