RECÉM-NASCIDO

Aumentada eficácia da deteção do CMV em recém-nascidos

Cientistas da Universidade do Minnesota, nos Estados Unidos, descobriram que o teste da mancha de sangue seco detetou com precisão o citomegalovírus (CMV) com 90 por cento de precisão.

Aumentada eficácia da deteção do CMV em recém-nascidos
RECÉM-NASCIDOS: OS 3 PRIMEIROS MESES

GRAVIDEZ E MATERNIDADE

RECÉM-NASCIDOS: OS 3 PRIMEIROS MESES

 
A infeção com o CMV é comum em recém-nascidos, no entanto, atualmente não existem exames de rastreio de rotina para esta infeção.
 
Os autores do estudo disseram que a identificação da CMV ao nascimento permite uma intervenção mais precoce que pode melhorar o resultado nas crianças, sendo capaz de melhorar a audição, a fala, a linguagem e os resultados intelectuais e de desenvolvimento neurológico nos recém-nascidos com CMV.
 
O objetivo é acrescentar o rastreio de CMV a todos os testes de manchas de sangue seco para recém-nascidos, tendo como objetivo tornar este numa prática padrão.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS