ALIMENTAÇÃO

Hábitos alimentares podem estar relacionados com genética

Segundo um estudo realizado pelo Kings College London, no Reino Unido, os padrões de ingestão de alimentos de uma pessoa podem estar, de forma parcial, relacionados com a genética.

Hábitos alimentares podem estar relacionados com genética
ALIMENTAÇÃO ANTICANCEROSA

DIETA E NUTRIÇÃO

ALIMENTAÇÃO ANTICANCEROSA

Nesta investigação, os cientistas puderam estudar a qualidade de uma dieta típica de uma pessoa através de um tipo de análise denominado “índice dietético”; esta análise permitiu compreender quais os alimentos que alguém come e os nutrientes por esses alimentos fornecidos, em comparação com as diretrizes recomendadas.

A equipa analisou as respostas de um questionário alimentar feito a 2 590 gémeos, usando nove índices dietéticos comummente usados; adicionalmente, os cientistas estudaram o grau de similaridade entre gémeos idênticos - que partilham 100 por cento dos seus genes - em comparação com gémeos não idênticos, que partilham apenas 50 por cento dos seus genes.

O estudo, publicado na revista Twin Research and Human Genetics, descobriu que pares de gémeos idênticos eram mais propensos a ter pontuações semelhantes em nove índices dietéticos, em comparação com pares de gémeos não idênticos; este facto verificou-se mesmo quando outros fatores foram levados em consideração, como índice de massa corporal e níveis de exercício.

Assim, e segundo os cientistas, os resultados indicam que existe um componente genético nos padrões de ingestão alimentar.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS