VACINA

COVID-19: vacina de dose única da Johnson com bons resultados

A vacina de dose única contra a COVID-19 desenvolvida pela farmacêutica Johnson & Johnson é segura e gera uma resposta imunológica para bloquear o novo coronavírus, de acordo com os resultados de um ensaio clínico que está em fase inicial.

COVID-19: vacina de dose única da Johnson com bons resultados
VACINAÇÃO

SOCIEDADE E SAÚDE

VACINAÇÃO

A Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, tem trabalhado na vacina Ad26.COV2.S nos últimos meses.

Ao contrário das vacinas já aprovadas contra a COVID-19, esta da Johnson & Johnson’s requer apenas uma única dose. Os resultados dos primeiros testes desta vacina foram submetidos ao New England Journal of Medicine para revisão por pares.

Os testes até agora realizados que envolveram cerca de 800 pessoas mostraram que uma ou duas doses da vacina da Johnson & Johnson geraram anticorpos e respostas de células T contra a COVID-19, com efeitos colaterais mínimos.

A vacina está atualmente em testes de fase III, que têm como objetivo demonstrar se esta protege os pacientes contra infeções ou sintomas da COVID-19.

A vacina produziu uma resposta imune em 90 por cento dos voluntários até o 29.º dia, e em todos os voluntários em dois meses. Os níveis de anticorpos permaneceram estáveis por pelo menos 71 dias.

A vacina utiliza uma variação mais fraca de um vírus da constipação comum para transportar material genético para o corpo e produzir partes do vírus que podem ser reconhecidos pelo sistema imunológico. Os efeitos colaterais relatados incluem dor de cabeça, dores no corpo e, em alguns casos, febre.

A vacina foi testada nos Estados Unidos, Holanda e Bélgica em dois grupos de voluntários - pessoas com 65 anos ou mais de idade e pessoas com idades entre os 18 e os 55 anos.

A Johnson & Johnson afirmou que espera anunciar os resultados dos seus testes de fase III no final deste mês. Se a vacina continuar a ser eficaz, a farmacêutica avançou que solicitará imediatamente a aprovação por parte da entidade que regula os medicamentos nos Estados Unidos.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS