VITAMINA D

Vitamina D pode reduzir risco de cancro metastático

Tomar um suplemento de vitamina D3 reduz o risco de desenvolver cancro metastático e de morte em 17 por cento, revelou um estudo do Hospital Brigham and Womens, nos Estados Unidos. No entanto, o suplemento vitamínico não ajuda a diminuir o risco de desenvolver a doença.

Vitamina D pode reduzir risco de cancro metastático

Esta investigação integra o Vital Study, que está a avaliar se a ingestão diária de suplementos dietéticos de vitamina D3 - numa dose de 2000 unidades internacionais - reduz o risco de desenvolver cancro, doenças cardíacas e derrame em pessoas que não têm um histórico anterior dessas doenças.

A população avaliada pelo estudo inclui cerca de 26 000 pessoas, aproximadamente metade das quais toma suplementos de vitamina D3 diariamente, enquanto a outra metade recebeu um placebo.

Numa média de aproximadamente cinco anos, cerca de seis por cento dos participantes dos grupos da vitamina D e do placebo desenvolveram cancro, sendo os tumores da próstata, mama e pulmão os mais comuns, mostraram os dados.

No entanto, 1,7 por cento dos participantes do grupo da vitamina D desenvolveram doença metastática ou morreram, em comparação com 2,1 por cento no grupo do placebo. 

Além disso, tomar vitamina D3 combinado com a manutenção de um peso saudável reduziu o risco de cancro metastático e morte em cerca de 40 por cento.
Os benefícios da vitamina D3 em limitar as metástases - ou a propagação da doença para outros órgãos - e a gravidade foram observados em todos os tipos de cancro, e foi particularmente importante entre os participantes do estudo que mantiveram um peso saudável.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS