PRÓSTATA

Consumo de café pode diminuir risco de cancro da próstata

O consumo diário de café pode estar relacionado com um risco menor de desenvolver cancro da próstata, de acordo com os resultados de uma meta-análise publicada na no BMJ Open.

Consumo de café pode diminuir risco de cancro da próstata

A ingestão de café tem sido associada a um menor risco relativo de as pessoas desenvolverem cancro do fígado, intestino e mama, mas, até ao momento, não existiam evidências conclusivas sobre o seu papel numa eventual redução do risco de desenvolvimento de cancro da próstata.

De forma a confirmarem essas evidências, os cientistas analisaram todos os dados relevantes sobre este tema que haviam sido publicados até setembro de 2020.

O nível mais alto de consumo de café variou entre duas a nove chávenas por dia; por outro lado, o nível mais baixo variou entre nenhuma a duas chávenas por dia. Os estudos incluídos foram realizados na América do Norte, na Europa e no Japão, e envolveram mais de um milhão de homens, dos quais 57 732 desenvolveram cancro da próstata.

Em comparação com a categoria mais baixa de consumo de café, a categoria mais alta foi associada a uma redução do risco de cancro da próstata de nove por cento; cada chávena adicional foi associada a uma redução nesse risco de um por cento.

Ao avaliar a redução do risco para cancro da próstata localizado e avançado, os cientistas descobriram que, em comparação com a ingestão mais baixa, uma ingestão mais elevada foi associada a um risco sete por cento menor de desenvolver cancro da próstata localizado e um risco entre 12 a 16 por cento menor de desenvolver cancro da próstata avançado e fatal.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS