CANCRO

Extrato de bergamota pode ter propriedades anticancerígenas

De acordo com um estudo realizado por cientistas das Universidades de Calábria e de Salford, em Itália e no Reino Unido, respetivamente, os extratos da fruta de bergamota têm potencial para ser utilizados enquanto agentes anticancerígenos e promotores de uma boa saúde cardiovascular.

Extrato de bergamota pode ter propriedades anticancerígenas

Publicado na revista Bioenergetics, o estudo descobriu que os extratos de bergamota foram capazes de reduzir os níveis de colesterol no sangue, bem como eliminar células estaminais cancerígenas, sem que isso prejudicasse as células saudáveis.

Para os cientistas, estas descobertas aumentam a possibilidade de usar os extratos como uma base sólida para novos medicamentos não tóxicos no tratamento de doença oncológica e de doenças cardiovasculares.

Esta pesquisa foi realizada com base em descobertas de um estudo anterior, que observou que os extratos cítricos exibiam propriedades semelhantes às estatinas, uma classe de medicamentos prescritos que reduzem os níveis de colesterol no sangue, a fim de ajudar a prevenir doenças cardiovasculares.

Contudo, e apesar dos seus efeitos benéficos, as estatinas também são conhecidas por provocarem efeitos secundários graves.

Esta investigação mostrou que os extratos de bergamota inibiram de forma eficaz as enzimas do colesterol a uma taxa semelhante às estatinas disponíveis no mercado; para além disso, os mesmos extratos também fizeram com que células estaminais cancerígenas se parassem de dividir e morressem.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS