EXERCÍCIO

Exercício intenso durante 12 minutos melhora saúde metabólica

Cientistas dos Estados Unidos descobriram num estudo publicado na revista Circulation que o exercício físico intenso de curta duração induz alterações nos níveis de metabolitos do corpo podendo ajudar a medir a saúde cardiometabólica e cardiovascular.

Exercício intenso durante 12 minutos melhora saúde metabólica

 
Durante o estudo, foram avaliados os níveis de 588 metabolitos circulantes antes e imediatamente após 12 minutos de exercício intenso em 411 homens e mulheres de meia-idade

Os dados apurados mostraram mudanças favoráveis em vários metabolitos cujos níveis de repouso se mostraram anteriormente associados à doença cardiometabólica. 
 
Os investigadores verificaram que o glutamato, um metabolito associado a doenças cardíacas, diabetes e diminuição da longevidade, desceu em 29 por cento, e o DMGV, um metabolito associado ao aumento do risco de diabetes e de doença hepática, diminuiu em 18 por cento. 
 
Verificou-se ainda que as respostas metabólicas podem ser moduladas por outros fatores que não o exercício, tais como o sexo e o índice de massa corporal de uma pessoa.
 
Foi possível descobrir que diferentes metabolitos rastreados com diferentes respostas fisiológicas ao exercício podem, por isso, fornecer assinaturas únicas na corrente sanguínea que revelam se uma pessoa está fisicamente apta, sendo que níveis mais baixos de DMGV podem estar relacionados com níveis mais elevados de aptidão física, por exemplo.
 
Ao estudarem os efeitos a longo prazo das assinaturas metabólicas das respostas ao exercício, os investigadores foram capazes de prever o estado futuro da saúde dos participantes e a sua esperança média de vida.
 
Esta abordagem tem o potencial de visar pessoas que têm tensão arterial elevada ou muitos outros fatores de risco metabólico em resposta ao exercício e colocá-las numa trajetória mais saudável, consideram os autores do estudo.

Fonte: Science Alert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS