PANDEMIA

“Vacina por si só não será suficiente” para derrotar pandemia

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou que uma vacina “por si só não será suficiente” para derrotar a pandemia de COVID-19.

“Vacina por si só não será suficiente” para derrotar pandemia

“Uma vacina vai complementar as outras ferramentas que temos, não vai substituí-las”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus durante uma reunião do Conselho Executivo da OMS.

O responsável da OMS, assim como vários especialistas da agência das Nações Unidas, tem vindo, nos últimos dias, a moderar o otimismo criado na semana passada sobre a proximidade de uma vacina eficaz contra a COVID-19, quando as farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciaram que dados preliminares de ensaios clínicos de fase 3 evidenciaram uma eficácia da vacina de 90 por cento.

“Inicialmente as quantidades serão limitadas e por isso cuidadores, idosos e pessoas em situação de risco terão prioridade e esperamos que isso reduza o número de óbitos e permita a resistência dos sistemas de saúde”, observou Tedros Adhanom Ghebreyesus.

O diretor-geral da OMS alertou ainda para que não se encerrem prematuramente as medidas que permitem controlar a expansão da COVID-19, designadamente através de testes, quarentena e acompanhamento de casos de contacto.

Fonte: SNS

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS