PREVENÇÃO

APCL realiza Webinar de SMD para educar e evitar cenários de risco

Face à evolução da pandemia de COVID-19 e a necessidade de os doentes estarem preparados e informados sobre as suas patologias, a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) realiza no próximo dia 20 de novembro, entre as 17 e as 19 horas, um webinar dedicado aos doentes com Síndromes Mielodisplásicas (SMD).

APCL realiza Webinar de SMD para educar e evitar cenários de risco

O objetivo desta sessão é permitir que os doentes esclareçam as suas dúvidas e interajam com profissionais de saúde para evitar cenários de risco.

“O curso clínico nas SMD é variável, mas a maioria dos doentes vem a necessitar de suporte transfusional e de fatores de crescimento. Os internamentos, particularmente dos mais idosos, são frequentes, geralmente por complicações infeciosas. Desta forma, para evitar dificuldades e hospitalizações, o reconhecimento dos sinais de agravamento de infeção e o tratamento precoce dos mesmos são essenciais. Este webinar é assim mais uma oportunidade para que estes doentes possam ver as suas dúvidas respondidas e interagir com profissionais de saúde sem riscos” afirma Manuel Abecasis, Presidente da APCL.

Este webinar, moderado pelo jornalista Paulo Farinha, vai abordar as diversas Síndromes Mielodisplásicas, os tratamentos disponíveis e as novas perspetivas relacionadas com esta doença.

A sessão contará ainda com a participação de Emília Cortesão, do Serviço de Hematologia do Centro Hospitalar de Coimbra, Francesca Pierdomenico, hematologista clínica no Instituto Português de Oncologia em Lisboa, e António Almeida, especialista em Hematologia Clínica no Hospital da Luz em Lisboa.

“A informação é a melhor defesa em relação às SMD. Afinal, falamos de síndromes em que cerca de 40% dos doentes evolui para leucemia mieloblástica aguda, geralmente com má resposta à terapêutica.” reforça ainda Manuel Abecasis.

A associação esclarece que esta sessão faz parte do leque de iniciativas de educação que tem vindo a promover em formato digital devido à pandemia da COVID-19.

Esta sessão é de inscrição gratuita e conta ainda com um espaço para perguntas e respostas, nas quais os doentes poderão esclarecer as suas questões e interagir com os médicos convidados sobre este tema.

Fonte: Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS