VITAMINA D

COVID-19: mais de 80% dos pacientes sofrem défice de vitamina D

Mais de 80 por cento dos 200 pacientes com COVID-19 diagnosticados num hospital espanhol sofriam de um défice de vitamina D, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

COVID-19: mais de 80% dos pacientes sofrem défice de vitamina D

A vitamina D é uma hormona produzida pelos rins, que controla a concentração de cálcio no sangue e afeta o sistema imunitário; deficiências nos níveis de vitamina D têm sido associadas a uma variedade de problemas de saúde.

Os cientistas descobriram que 80 por cento dos 216 pacientes com COVID-19 diagnosticados no Hospital Universitário Marqués de Valdecilla tinham uma deficiência de vitamina D, sendo que os pacientes do sexo masculino tinham níveis mais baixos de vitamina D do que pacientes do sexo feminino.

Pacientes com COVID-19 com níveis mais baixos de vitamina D também apresentaram níveis séricos elevados de marcadores inflamatórios, como ferritina e dímero-D.

Alguns estudos apontam para o efeito benéfico da vitamina D no sistema imunitário, principalmente no que diz respeito à proteção contra infeções.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS