OBESIDADE

Probióticos podem ajudar no combate à obesidade infantil

De acordo com um estudo, a ingestão de probióticos por parte de crianças e adolescentes obesos pode ser útil no processo de perda de peso.

Probióticos podem ajudar no combate à obesidade infantil

A investigação descobriu que crianças obesas que foram colocadas numa dieta com restrição calórica e que receberam os probióticos Bifidobacterium breve BR03 e Bifidobacterium breve B632 perderam mais peso e exibiram melhorias na sua sensibilidade à insulina, em comparação com crianças que seguiram apenas uma dieta restrita em calorias.

Estas descobertas sugerem que os suplementos probióticos e uma dieta com controlo calórico podem ajudar a controlar a obesidade em crianças e adolescentes, além de reduzir os riscos de várias condições, como doenças cardiovasculares e diabetes.

Os cientistas chegaram a esta conclusão depois de avaliarem, durante oito semanas, 100 crianças e adolescentes – todos obesos e submetidos a uma dieta calórica controlada; metade dos participantes recebeu suplementos probióticos, enquanto a outra metade recebeu um placebo.

Após esse período, a equipa realizou uma série de testes para determinar o efeito da suplementação de probióticos no aumento de peso, microbiota intestinal e metabolismo.

Os investigadores descobriram que os participantes que tomaram suplementos probióticos não apenas exibiram reduções na circunferência da cintura e no IMC, mas também na resistência à insulina, bem como nas populações de E. coli no intestino.

Esses efeitos benéficos, segundo os cientistas, demonstram o potencial dos probióticos em ajudar a tratar a obesidade em crianças e adolescentes, quando submetidos a restrições alimentares.

Ainda assim, a equipa admitiu que estudos maiores, realizados em períodos de tempo muito mais longos, são necessários para apoiar e verificar as suas conclusões.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS