DIAGNÓSTICO

Cruz Vermelha disponibiliza 500 mil testes rápidos de antigénio

O Ministério da Saúde aceitou a proposta de fornecimento de 500 mil testes rápidos de deteção de infeção pelo novo coronavírus apresentada pela Cruz Vermelha, anunciou a ministra da Saúde Marta Temido.

Cruz Vermelha disponibiliza 500 mil testes rápidos de antigénio

Na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, a ministra da Saúde revelou que estes testes vão chegar por fases e que a primeira entrega deve ocorrer no início do próximo mês.

“O ministério da Saúde aceitou a disponibilidade da Cruz Vermelha Portuguesa para o fornecimento de testes rápidos. Estão pré-reservados, pela Cruz Vermelha Portuguesa, um total de 500 mil testes. [Serão recebidos] em tranches, de forma faseada, ao abrigo de um financiamento europeu. A primeira fase de entrega, 100 mil testes, será na primeira semana de novembro e serão utilizados nas condições definidas pela norma de estratégia nacional de testes para a SARS-CoV-2 em contexto de surtos”, explicou.

Marta Temido clarificou mais à frente na conferência de imprensa que a integração destes testes rápidos não vai pesar no financiamento previsto para o Ministério da Saúde no Orçamento do Estado e que estes testes antigénio serão aproveitados para lidar com surtos em lares, segundo uma norma que vai sair “até ao final desta semana”.

Adicionalmente, a ministra da Saúde informou que a emissão de requisição de testes de diagnóstico da COVID-19 a partir do Centro de Contacto SNS24 foi ativada hoje de manhã, como meio para agilizar a disponibilização de testes numa fase de crescimento acentuado das infeções.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS