EXERCÍCIO

Intensidade do exercício não influencia risco de mortalidade

A intensidade do exercício físico parece não fazer diferença no risco de mortalidade entre adultos mais velhos, de acordo com um novo estudo realizado na Noruega e publicado no BMJ.

Intensidade do exercício não influencia risco de mortalidade

Para o estudo, a equipa internacional de cientistas começou a avaliar o efeito de cinco anos de treino físico supervisionado em comparação com as recomendações de atividade física padrão sobre a mortalidade em idosos, com idades entre os 70 e os 77 anos; o ensaio envolveu 1 567 participantes.

No total, 87,5 por cento dos participantes relataram uma boa saúde geral e 80 por cento relataram um nível médio ou alto de atividade física no início do ensaio.

Destes 1 567 participantes, 400 foram designados para duas sessões semanais de treino intervalado de alta intensidade, 387 foram designados para treino contínuo de intensidade moderada e 780 para seguir as diretrizes para atividade física (grupo de controlo), todos para cinco anos. Após cinco anos, a taxa de mortalidade geral foi de 4,6 por cento.

Os cientistas não encontraram qualquer diferença em todas as causas de mortalidade entre o grupo de controlo (4,7 por cento) e o grupo combinado de treino intervalado de alta intensidade e treino contínuo de intensidade moderada.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS