ONCOLOGIA

IPO de Lisboa realiza 236 estudos e 71 ensaios clínicos em 2019

Em 2019, o Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO de Lisboa) teve em curso 307 projetos de investigação científica: 71 ensaios clínicos e 236 estudos observacionais.

IPO de Lisboa realiza 236 estudos e 71 ensaios clínicos em 2019

De acordo com a informação divulgada na nova edição do Anuário da Atividade Científica do IPO de Lisboa, a maioria dos ensaios clínicos decorreram nas áreas da hematologia, das patologias da pele e anexos, pulmão, pleura e mama.

A pediatria, neurologia, urologia, gastrenterologia e cabeça e pescoço também mantiveram ensaios clínicos em curso. No seu conjunto, os ensaios clínicos envolveram 394 doentes.
Quanto aos estudos observacionais, em 2019, o IPO de Lisboa destaca os estudos de âmbito académico e clínico e as áreas mais estudas foram as do trato digestivo, hematológico genital e mama. 

Segundo Carla Pereira, do Centro de Investigação do IPO de Lisboa, “podemos dizer que a investigação científica atingiu uma fase plateau, com indicadores globalmente idênticos aos do ano anterior, o que reflete a natureza cíclica dos projetos em curso e já terminados e a sua relação com os indicadores de produção.
Espera-se que o aumento do número de projetos registado em 2019 venha a traduzir-se por um aumento da produção científica nos próximos dois a três anos”.

Com a publicação da nona edição do Anuário, uma publicação organizada pelo Centro de Investigação, “o IPO Lisboa reafirma o seu compromisso com a divulgação do trabalho científico desenvolvido por médicos, investigadores e outros profissionais de saúde”, destaca o Instituto, em comunicado.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS