MORTALIDADE

Perder peso antes da meia-idade reduz risco de mortalidade

A redução potencial do risco de mortalidade associada à perda de peso entre o início da vida adulta e a meia-idade é importante para aumentar os esforços de prevenção primária e secundária da obesidade.

Perder peso antes da meia-idade reduz risco de mortalidade

Um novo estudo publicado no JAMA Network Open examinou o risco de mortalidade por todas as causas entre adultos que perderam peso entre o início da vida adulta e a meia-idade, em comparação com adultos que eram persistentemente obesos no mesmo período.

Investigadores da Escola de Saúde Pública da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, examinaram o risco de mortalidade por todas as causas entre adultos que perderam peso entre o início da vida adulta e a meia-idade versus adultos que eram persistentemente obesos durante o mesmo período.

A análise incluiu dados de 24 205 adultos (com idade entre 40 e 74 anos no início do estudo) que participaram do National Health and Nutrition Examination Survey III (1988 a 1994) com acompanhamento contínuo até 2014.

Os cientistas descobriram que durante um acompanhamento médio de 10,7 anos, 5 846 mortes ocorreram. Houve uma redução no risco de mortalidade para aqueles com perda de peso de obesos para sobrepeso (razão de risco, 0,46) versus indivíduos com obesidade estável entre o início da idade adulta e a meia-idade.

Se aqueles que mantiveram um índice de massa corporal (IMC) obeso tivesse perdido peso para um IMC acima do peso na meia-idade, estima-se que 3,2 por cento das mortes prematuras poderiam ter sido evitadas. Ter peso acima da faixa normal de IMC em qualquer ponto entre o início e a metade da idade adulta pode ter contribuído para cerca de 12,4 por cento das mortes precoces.

Os resultados deste estudo sugerem que as abordagens baseadas na população para prevenir o ganho de peso e tratar a obesidade no início da vida podem ter benefícios importantes na redução da mortalidade.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS