TELEMEDICINA

RESPIRA promove webinar sobre TeleSaúde em tempo de pandemia

A Associação Portuguesa de Pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) e outras Doenças Respiratórias Crónicas – RESPIRA, em parceria com a Sociedade Ibérica de Telemedicina e Telesaúde – SITT, realiza uma sessão online, com transmissão exclusiva no Facebook, no dia 30 de setembro, com o tema “TeleSaúde na Pandemia Covid19”. O webinar é essencialmente dirigido aos doentes crónicos, portadores de doenças respiratórias e cardíacas.

RESPIRA promove webinar sobre TeleSaúde em tempo de pandemia

De acordo com estudos recentes, desde o início da pandemia de COVID-19, foram adiadas mais de quatro milhões de consultas em Centros de Saúde, um milhão de consultas das várias especialidades médicas e mais de 100 mil cirurgias.

Numa altura em que se prevê uma segunda vaga, a telemedicina e a teleSaúde podem ser essenciais para a racionalização do sistema de saúde e a garantia da qualidade de vida do doente crónico.

“Vivemos tempos difíceis a nível social e económico e estamos mergulhados numa grande crise de saúde pública por isso é cada vez mais premente olharmos para dentro do sistema e desenharmos planos de ação e programas que estejam de acordo com as boas práticas clínicas e que potenciem as novas tecnologias em prol do bem-estar do doente crónico, a nível nacional. Estes programas devem permitir que o doente crónico possa ser acompanhado e tratado com um menor risco associado à COVID-19. O que pretendemos é evitar deslocações desnecessárias ao hospital, promover a adesão à terapêutica, prestar aconselhamento ao doente e cuidadores através de modelos mitos presenciais e à distância e evitar o agravamento da condição de saúde dos doentes mais vulneráveis”, explica Henrique Martins, da SITT.

“Os nossos doentes respiratórios reportam-nos todos os dias as dificuldades que sentem em marcar consultas, fazer exames e tratamentos, em manterem os programas de reabilitação respiratória, aliado ao crescente medo que sentem de se deslocarem aos hospitais e centros de saúde. A Teleassistência domiciliária e a telemonitorização, integrada numa rede nacional, podem de facto ser uma ajuda na prestação de cuidados porque permitem uma maior e melhor acessibilidade dos doentes crónicos aos serviços de saúde. A pandemia veio mostrar como é importante que o nosso Serviço Nacional de Saúde proceda à sua transformação digital. Este webinar é dirigido aos doentes respiratórios e portadores de doenças cardíacas e à sociedade em geral com essa missão de mostrar de que forma a tecnologia pode ser utilizada em nosso benefício”, destaca Isabel Saraiva, presidente da RESPIRA.

O webinar “TeleSaúde na Pandemia Covid19” será transmitido, de forma gratuita, na página de Facebook da RESPIRA, no dia 30 de setembro, pelas 18h30. A discussão terá como ponto de partida a seguinte questão: “O programa português de Teleassistência domiciliária com Telemonitorização nas áreas pulmonar e cardíaca pode/deve ser o embrião de uma rede nacional?”.

Fonte: RESPIRA e SITT

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS