INFEÇÃO

IMM vai avaliar prevalência da infeção pelo novo coronavírus

Um estudo do Instituto de Medicina Molecular (IMM) João Lobo Antunes da Universidade de Lisboa está a recrutar voluntários para um estudo sobre a prevalência da infeção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). A instituição pretende recrutar 12 mil voluntários para aferir a prevalência da infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal.

IMM vai avaliar prevalência da infeção pelo novo coronavírus

Os cientistas vão realizar testes serológicos para deteção de anticorpos para o novo coronavírus, sem custos para os voluntários, até ao dia 7 de outubro de 2020, em 314 postos de recolha do Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa.

Os resultados do estudo, apresentado como “o primeiro painel serológico para a COVID-19 de cobertura nacional alargada”, são esperados no final de outubro e visam oferecer aos investigadores uma avaliação mais completa sobre a prevalência da infeção no país.

De acordo com os autores, o painel serológico será constituído decorridos seis meses sobre o início da pandemia em Portugal, após um período de confinamento e outro de desconfinamento e depois das férias de verão, em que muitas pessoas estiveram foram do país, e terá com base três grupos etários: menores de 18 anos; entre 18 e 54 anos; e acima de 55 anos, sendo os dois últimos grupos representando mais de 81 por cento dos voluntários.

O estudo vai considerar, também, a densidade populacional das regiões (baixa, média e elevada).

Além do exame serológico, os participantes do estudo serão submetidos a uma análise clínica para identificação de doenças crónicas, vacinação contra tuberculose e gripe, e se são assintomáticas ou não.

Mais informações sobre o estudo podem ser consultadas aqui https://www.painelcovid19.pt/.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS