DIABETES

Estudo avalia qual a melhor dieta para pessoas com diabetes

Pessoas com diabetes são aconselhadas a reduzir a ingestão de hidratos de carbono de forma a controlar melhor os níveis de açúcar no sangue e triglicerídeos. Um estudo recente, realizado por cientistas dinamarqueses, confirmou as vantagens desse tipo de dieta para diabéticos, comparando os seus efeitos com os de uma dieta convencional para a diabetes.

Estudo avalia qual a melhor dieta para pessoas com diabetes

Para entender o porquê desse tipo de dieta ser mais favorável do que a dieta convencional para diabéticos, conhecida como dieta isoenergética, os cientistas compararam os efeitos dos dois regimes alimentares em pacientes com diabetes.

Para o estudo foram recrutados 28 participantes, 14 dos quais aderiram a uma dieta rica em proteínas com redução de hidratos de carbono por seis semanas, seguida por outras seis semanas numa dieta convencional para a diabetes. Os 14 participantes restantes também experimentaram as duas dietas, mas na ordem inversa.

Antes do início da experiência e no final de cada período de dieta, os cientistas submeteram cada participante a um teste de refeição e mediram os seus níveis de açúcar e lípidos no sangue, pressão arterial e teor de gordura ectópica.

Os cientistas descobriram que, em comparação com a dieta convencional para a diabetes, a dieta rica em proteínas com baixo teor de hidratos de carbono diminuiu significativamente os níveis de hemoglobina HbA1c dos participantes, o que é um indicador de quão bem estas pessoas estavam a controlar a sua condição: níveis mais baixos de HbA1c indicam um melhor controlo dos níveis de açúcar no sangue.

A dieta com baixo teor de hidratos de carbono e alta proteína também diminuiu os níveis de açúcar no sangue em jejum, os níveis de açúcar no sangue pós-prandial, os níveis de gordura hepática e os níveis de gordura pancreática numa maior extensão do que a dieta convencional para a diabetes.

No entanto, o efeito de ambas as dietas sobre a pressão arterial, gordura muscular, gordura abdominal e gordura subcutânea dos participantes não diferiu significativamente.

Com base nesses resultados, os cientistas concluíram que os diabéticos podem ser mais beneficiados se seguirem uma dieta que os obrigue a substituir os hidratos de carbono por proteínas e gorduras.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS