VITAMINA-D

Níveis de vitamina D podem prever riscos futuros de saúde

Os níveis de vitamina D no sangue podem ser um melhor preditor de riscos futuros de saúde em homens idosos, de acordo com um novo estudo realizado pela Universidade de Leuven, na Bélgica.

Níveis de vitamina D podem prever riscos futuros de saúde

Os resultados do estudo sugerem que a forma precursora de vitamina D livre encontrada na corrente sanguínea é o preditor mais preciso do risco futuro de saúde e doença, do que os níveis de vitamina D total frequentemente medidos.

Como a deficiência de vitamina D está associada a vários problemas graves de saúde, o estudo sugere que uma investigação mais aprofundada sobre os níveis de vitamina D e a sua ligação a problemas de saúde podem ser uma área promissora para pesquisas futuras.

Os cientistas investigaram se os metabólitos de vitamina D livre eram melhores preditores de saúde; no total, foram analisados 1 970 homens, com idades entre os 40 e os 79 anos, durante um período compreendido entre 2003 e 2005.

Os níveis de metabólitos totais e livres de vitamina D foram comparados com o seu estado de saúde atual, ajustando para fatores potenciais de interferência, incluindo idade, índice de massa corporal, tabagismo e saúde auto-relatada.

Os níveis totais de metabólitos de vitamina D livres e ligados foram associados a um maior risco de morte. No entanto, apenas a 25-hidroxivitamina D livre foi preditiva de problemas de saúde futuros e não a 1,25-di-hidroxivitamina D.

Para os cientistas, os dados confirmam ainda que a deficiência de vitamina D está associada a um impacto negativo na saúde geral e pode ser preditiva de um risco maior de morte.


TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS