SINTOMA

Doentes no domicílio já podem fazer autoreporte dos sintomas

A Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou a norma que estabelece os procedimentos a adotar na abordagem ao doente com suspeita ou infeção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Doentes no domicílio já podem fazer autoreporte dos sintomas
DIREITOS DO DOENTE

DOENÇAS E TRATAMENTOS

DIREITOS DO DOENTE

Esta atualização destaca a implementação do autoreporte para o seguimento clínico dos doentes com suspeita ou confirmação de COVID-19 em isolamento no domicílio.

Esta ferramenta destina-se apenas aos doentes que cumpram um conjunto de condições, entre as quais apresentar um quadro clínico estável, ter menos de 60 anos e ter capacidade de utilizar ferramentas tecnológicas.

De acordo com a norma, as equipas de saúde fazem uma triagem prévia dos doentes que estão em casa e decidem quem está em condições para poder fazer o seguimento da doença em autoreporte.

No caso de ser adotada a modalidade de seguimento através de autoreporte de sintomas, as equipas de saúde avaliam a situação diariamente, através da plataforma Trace Covid-19.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS