VITAMINA-D

Suplementação com vitamina D beneficia microbioma de bebés

Cientistas da Universidade de Alberta, no Canadá, descobriram, num estudo publicado na revista Gut Microbes, que a suplementação com vitamina D em bebés está associada a uma menor abundância da bactéria Megamonas aos três meses de idade.

Suplementação com vitamina D beneficia microbioma de bebés

 
Durante o estudo, foram avaliadas amostras fecais recolhidas durante visitas domiciliárias a 1157 bebés que fazem parte de um estudo que segue quase 3 500 crianças canadianas desde antes do nascimento até à adolescência.
 
A investigação verificou que a suplementação direta com gotas de vitamina D em bebés estava associada a uma menor abundância da bactéria Megamonas, independentemente da forma de alimentação do bebé. 
 
Investigações anteriores sugerem que pode haver uma ligação entre a Megamonas e a asma ou infeções respiratórias virais, pelo que a vitamina D pode oferecer benefícios adicionais para a saúde infantil que devem ser estudados mais aprofundadamente.
 
Os investigadores também avaliaram a associação entre a suplementação infantil e materna com vitamina D e a presença de Clostridioides difficile (C. difficile) no intestino do bebé. 
 
Alguns bebés transportam a bactéria causadora de diarreia C. difficile nos seus intestinos sem quaisquer sintomas. Contudo, quando os níveis de bactérias intestinais se tornam desequilibrados, esta bactéria específica pode multiplicar-se, causando doenças e aumentando a suscetibilidade à doença crónica mais tarde na infância.
 
O estudo descobriu que quase 30 por cento dos bebés transportaram C. difficile, mas houve uma menor incidência da bactéria entre os bebés amamentados exclusivamente. A suplementação infantil com gotas de vitamina D e a materna durante a gravidez ou após o parto foi associada à ausência de C. difficile.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS