ASMA

Poluição associada a maior risco de asma em crianças

Crianças expostas a níveis mais elevados de partículas finas do ar (conhecidas como PM2.5) são mais propensas a desenvolver asma e sibilância persistente do que crianças não expostas, descobriu um estudo publicado no BMJ.

Poluição associada a maior risco de asma em crianças

Outros fatores associados a um maior risco das crianças desenvolverem estas condições foram pais com asma, mães que fumaram durante a gravidez ou pais com baixa escolaridade.

As descobertas apoiam evidências emergentes de que a exposição à poluição do ar pode influenciar o desenvolvimento da asma.

Os resultados são baseados em dados de mais de três milhões de crianças dinamarquesas, nascidas entre 1997 e 2014, que foram diagnosticadas com asma ou sibilância persistente quando tinham entre um e 15 anos.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS