INFECÇÃO

bioMérieux lança campanha Juntos Vamos Dar Rosto à Sépsis

No âmbito do Dia Mundial da Sépsis, que se assinala no dia 13 de setembro, a bioMérieux, empresa líder em soluções de diagnóstico in vitro, convida sobreviventes, familiares, amigos e profissionais de saúde a partilharem testemunhos relacionados com a Sépsis. Procuram-se histórias de superação ou de perda, testemunhos pessoais ou experiências com pessoas próximas que relatem vivências com esta condição.

bioMérieux lança campanha Juntos Vamos Dar Rosto à Sépsis

 
A iniciativa “Juntos Vamos Dar Rosto à Sépsis” pretende reunir testemunhos reais e envolver a sociedade, ao contribuir para aumentar o conhecimento sobre esta infeção potencialmente fatal que afeta cerca de 49 milhões de pessoas em todo o mundo. As histórias podem ser submetidas através da Internet, no seguinte formulário https://biomerieux.wufoo.com/forms/z107n6kz0wzxbxw/
 
A Dra. Eleonora Bunsow, Medical Advisor da bioMérieux Iberia, refere que “Apesar dos avanços clínicos, a incidência de sépsis está a aumentar. O diagnóstico atempado é fundamental para a recuperação dos doentes. As hipóteses de sobrevivência rondam os 80% num doente que inicia uma terapêutica antimicrobiana na primeira hora de diagnóstico, mas esta percentagem desce 7,6% por cada hora seguinte. Por outro lado, se um doente receber inicialmente um tratamento antimicrobiano inadequado, tem cinco vezes menos probabilidades de sobreviver.”
 
A sépsis afeta milhões de pessoas todos os anos, estimando-se que seja responsável por 20 por cento das mortes por ano em todo o mundo. De acordo com um estudo publicado na revista Lancet, em 2017, morreram 11 milhões de pessoas com sépsis. Em Portugal, segundo a Direcção-Geral da Saúde (DGS), 22% dos internamentos em unidade de cuidados intensivos são devidos à sépsis e 40% destes doentes acabam por morrer.

Apesar de ser uma infeção ainda desconhecida para grande parte dos portugueses, causa mais mortes a nível hospitalar do que o acidente vascular cerebral (AVC). Os efeitos a longo prazo para os sobreviventes da sépsis incluem danos permanentes nos órgãos, assim como incapacidade física e cognitiva.

Fonte: BioMérieux

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS