ALIMENTAÇÃO

Insetos comestíveis podem contribuir para segurança alimentar

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), em 2050, a população mundial será composta por cerca de 9,7 biliões de pessoas.

Insetos comestíveis podem contribuir para segurança alimentar

Alimentar tantas pessoas requer a produção de duas vezes mais alimentos do que o atualmente produzido. Infelizmente, não existe terra arável suficiente para produzir tantos alimentos.

Em 2013, a ONU apresentou um relatório sobre o consumo de insetos comestíveis. Recorrer a insetos comestíveis pode ajudar na segurança alimentar, principalmente porque um terço da terra arável do planeta já está a ser usada para a criação de gado, o que também causou problemas contínuos pelo uso de muito dos recursos hídricos do planeta.

Por outro lado, a proteína proveniente de insetos tem sido definida como sendo de “alta qualidade”. A carne bovina é composta apenas por 29 por cento de proteína, mas os grilos são constituídos por 69 por cento de proteína. Mais, os grilos contêm nove aminoácidos essenciais e nutrientes como cálcio, ferro, magnésio, potássio, sódio, vitamina B12 e zinco.

A farinha de grilos também contém mais cálcio que o leite e, surpreendentemente, mais ferro do que vegetais como o espinafre.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS