PELE

Impetigo, foliculite e furúnculo são infeções bacterianas comuns

As infeções de pele e tecidos moles são a quinta doença mais prevalente em todo o mundo e estão entre as 50 principais causas mais comuns de doenças. Além disso, a taxa de infeções cutâneas está a aumentar, devido ao envelhecimento da população, ao aumento do número de doentes críticos e imunocomprometidos. As duas principais bactérias conhecidas por causar a infeção de pele são a Staphylococcus e a Streptococcus.

Impetigo, foliculite e furúnculo são infeções bacterianas comuns

Lesão acompanhada por um conjunto de sintomas como sensibilidade, eritema, edema e calor; a disfunção da área afetada e febre são os sintomas mais comuns, aliados a outros sintomas ou sinais como crepitação, bolhas, anestesia e hemorragia.

O tipo de infeção cutânea depende da profundidade e do compartimento da pele envolvido, podendo ser infeções primárias (e, normalmente, superficiais), que aparecem espontaneamente na pele saudável – impetigo, foliculite e furúnculo – ou infeções secundárias resultam de lesões primárias (feridas, eczema, mordidas).

O impetigo é uma infeção bacteriana superficial que se pode desenvolver por invasão direta da pele normal (primária) ou infeção em locais de pele lesada (secundária), é comum em crianças e altamente contagioso.

Pode apresentar-se, ainda, em duas formas: impetigo não bolhoso - lesões distintas de crostas e amarelas que podem causar coceira, normalmente envolve a cara ou as extremidades – e impetigo bolhoso, apresentando-se como bolhas que, ao rebentarem, formam uma crosta acastanhada.

A foliculite é uma inflamação papular ou pustulosa dos folículos capilares na epiderme. A forma mais comum é a foliculite superficial que se manifesta como uma pústula dolorosa ou indolor, que cura sem cicatrizes.

Lesões múltiplas ou únicas podem aparecer em qualquer pele com cabelo, incluindo cabeça, pescoço, tronco, nádegas e extremidades. O furúnculo é uma lesão dolorosa, firme e flutuante, originária de um folículo piloso estendendo-se através da derme. Surge como um nódulo pequeno, vermelho, que pode tornar-se muito doloroso e, normalmente, rebenta e cicatriza.

Segundo Miguel Trincheiras, dermatologista e diretor da Clínica Derme.pt, “as infeções bacterianas cutâneas têm uma variedade de apresentações, desde infeções localizadas e superficiais até infeções rapidamente progressivas, mais profundas e graves. Desta forma, é fundamental estar atento aos sinais para garantir um diagnóstico atempado e, consequentemente, um tratamento adequado”.

As infeções bacterianas da pele são causadas pela presença e crescimento de microrganismos que danificam o tecido hospedeiro e podem afetar uma só zona ou propagarem-se e afetar uma área muito mais extensa, podendo apresentar um grau de gravidade variável. Torna-se, então, crucial obter o acompanhamento correto, por forma a prevenir a extensão e gravidade da infeção.

Fonte: Artigo de opinião do Dr. Miguel Trincheiras, Dermatologista

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS