PROTEÍNA

Descoberta proteína essencial para a fertilidade nos homens

Investigadores da Universidade de Osaka, no Japão, descobriram uma nova proteína luminal testicular, a NELL2, que afeta a comunicação entre o testículo e o epidídimo. O estudo foi publicado na revista Science.

Descoberta proteína essencial para a fertilidade nos homens

Os espermatozoides produzidos dentro do testículo não são totalmente funcionais até amadurecerem no epidídimo, um tubo que ajuda a transportar e armazenar o esperma. A infertilidade masculina pode surgir da falta de comunicação entre o testículo e o epidídimo e novas investigações descobriram um mecanismo desta comunicação.
 
Os autores do estudo descobriram que a NELL2 desencadeia no epidídimo uma sucessão de eventos que amadurece o esperma e permite que esteja seja motilado nas fêmeas.
 
Quando os espermatozoides entram no epidídimo, não são móveis e são incapazes de fertilizar. No entanto, na sua passagem pelo epidídimo, os espermatozoides possuem um ambiente apropriado para a maturação e armazenamento enquanto aguardam a ejaculação.
 
Os cientistas analisaram a hipótese de que as proteínas libertadas pelos testículos no início deste processo poderiam atuar sobre os epidídimos para amadurecer o esperma à medida que este chega ao epidídimo.
 
O NELL2 foi analisado como um possível regulador de lumicrina da fertilidade. Utilizando tecnologia inovadora de edição do genoma, estes geraram ratos sem o gene NELL2 e mostraram que estes machos são estéreis devido a um defeito na motilidade do esperma.
 
Verificou-se também que a sua infertilidade poderia ser combatida com recurso a um transgene específico da célula germinal.

Fonte: Science

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS