DIABETES

Maior ingestão de frutas e legumes ligada a menor risco de diabetes

Um maior consumo de frutas, vegetais e alimentos integrais foi associado a um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2, de acordo com dois estudos publicados no The BMJ.

Maior ingestão de frutas e legumes ligada a menor risco de diabetes

Os resultados sugerem que mesmo um aumento modesto no consumo destes alimentos, como parte de uma dieta saudável, pode ajudar a prevenir a diabetes tipo 2.

No primeiro estudo, uma equipa de cientistas europeus examinou a associação entre os níveis sanguíneos de vitamina C e carotenoides com o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Os níveis de vitamina C e carotenoides são indicadores mais confiáveis ​​da ingestão de frutas e vegetais do que o uso de questionários alimentares. As descobertas foram baseadas em dados de 9 754 adultos que desenvolveram diabetes tipo 2 e em dados de um grupo de controlo composto por 13 662 adultos saudáveis.

Após o ajuste para o estilo de vida, fatores de risco sociais e dietéticos para diabetes, níveis mais altos de vitamina C e carotenoides no sangue e a sua soma quando combinados foram associados a um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2.

No segundo estudo, cientistas norte-americanos examinaram associações entre a ingestão total e individual de alimentos integrais e diabetes tipo 2.

As descobertas foram baseadas na avaliação de 158 259 mulheres e 36 525 homens que estavam livres de diabetes, doenças cardiovasculares e cancro.

Após o ajuste do estilo de vida e dos fatores de risco dietéticos para diabetes, os participantes da categoria mais alta para o consumo total de grãos integrais tiveram uma taxa 29 por cento mais baixa de diabetes tipo 2, em comparação com os da categoria mais baixa.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS