MEDICINA

Proposta da Rede de Medicina Intensiva em consulta pública

Encontra-se em consulta pública, até ao próximo dia 21 de julho, a proposta de criação da Rede Nacional de Especialidade Hospitalar e de Referenciação – Medicina Intensiva.

Proposta da Rede de Medicina Intensiva em consulta pública

O objetivo passa por promover uma ampla reflexão estratégica sobre a capacidade de resposta da Medicina Intensiva, qualificando-a para responder a um desafio da pandemia por COVID-19 e, simultaneamente, consolidar uma carteira de serviços alinhada com as melhores práticas.

As Redes de Referenciação desempenham um papel fulcral enquanto sistemas integrados, coordenados e hierarquizados que promovem a satisfação das necessidades em saúde aos mais variados níveis, designadamente: do diagnóstico e terapêutica; da formação; da investigação e colaboração interdisciplinar, contribuindo para a garantia de qualidade dos cuidados prestados pelas diferentes especialidades hospitalares.

Todos os interessados poderão apresentar opiniões, sugestões e contributos, decorrentes da apreciação da Rede Nacional de Especialidade Hospitalar e de Referenciação – Medicina Intensiva.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS