HIPERTENSÃO

Tensão arterial associada à saúde dos olhos em crianças

Um estudo publicado na revista Hypertension revela que cientistas da Associação Americana do Coração, nos Estados Unidos, verificaram a presença de tensão arterial elevada em crianças com base nas medições dos vasos sanguíneos da retina.

Tensão arterial associada à saúde dos olhos em crianças

 
A tensão arterial elevada, o principal fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV), pode manifestar-se logo na infância. Os cientistas observaram que em estudos anteriores a análise dos vasos sanguíneos na retina mostrou ser preditora do risco de DCV entre os adultos.
 
Foram avaliadas 262 crianças dos seis aos oito anos de idade, em 2014, através da medição da tensão arterial base e dos vasos sanguíneos da retina, sendo que ambos foram medidos novamente em 2018. 
 
As medições da tensão arterial tanto de base como no seguimento foram realizadas enquanto as crianças estavam sentadas após um mínimo de cinco minutos de repouso e foram categorizadas com base nas diretrizes de tensão arterial da Academia Americana de Pediatria.
 
Os dados apurados mostraram que as crianças com vasos mais estreitos em diâmetro na retina desenvolveram uma tensão arterial sistólica mais elevada no seguimento. Verificou-se também que os diâmetros dos vasos da retina poderiam explicar 29 a 31 por cento das alterações na progressão da tensão arterial sistólica entre 2014 e 2018.
 
As crianças com níveis de tensão arterial base mais elevados desenvolveram diâmetros arteriolares significativamente mais estreitos no seguimento, dependendo do seu peso e da sua aptidão cardiorrespiratória.

As medidas iniciais de tensão arterial explicaram 66 a 69 por cento da alteração do diâmetro arteriolar da retina desde a análise inicial até ao seguimento.
 
Observaram-se, no entanto, limitações no estudo, sendo que a fase de desenvolvimento incluindo a puberdade de cada criança não foi contabilizada, bem como fatores genéticos ou peso à nascença, variáveis que poderiam ter impacto no desenvolvimento da tensão arterial e na saúde microvascular. 
 
Os investigadores concluem ainda que não existem atualmente valores de referência para os diâmetros adequados dos vasos da retina em crianças, pelo que são necessários estudos futuros para determinar os valores normais relacionados com a idade durante a infância.

Fonte: Newsroom

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS