PARKINSON

Intestino de doentes com Parkinson rico em patogénicos oportunistas

Um estudo publicado na revista Parkinson’s disease descreve que investigadores da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, fizeram uma análise ao microbioma intestinal para identificar micróbios associados à doença de Parkinson (DP).

Intestino de doentes com Parkinson rico em patogénicos oportunistas

 
Em investigações anteriores, foi proposto que as formas não hereditárias da DP são causadas por um agente patogénico no intestino. No entanto, até ao momento, não houve provas de um agente patogénico específico que possa desencadear a DP.
 
Neste estudo, os cientistas relataram, pela primeira vez, uma superabundância significativa de um grupo de agentes patogénicos oportunistas nos intestinos de pessoas com DP, em comparação com sujeitos do grupo de controlo.
 
Utilizando a análise da rede, foi possível encontrar três aglomerados polimicrobianos, e descobrir que cada aglomerado partilhava características funcionais. O primeiro aglomerado encontrado foi o de agentes patogénicos oportunistas superabundantes em casos de DP.
 
Em comparação com os grupos de controlo, as pessoas com DP tinham níveis reduzidos de um aglomerado de micróbios que produzem ácidos gordos de cadeia curta. 
 
No terceiro grupo encontrado, foi verificado que as pessoas com DP tinham níveis elevados de dois géneros de micróbios probióticos metabolizantes de hidratos de carbono.
 
Os investigadores concluíram que os microbiomas intestinais alterados nos casos de DP eram independentes do sexo, idade, índice de massa corporal, obstipação, desconforto gastrointestinal, geografia e dieta.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS