PANDEMIA

Confinamento: população mais sedentária e a comer mais doces

Os portugueses praticaram menos atividade física e aumentaram o consumo de snacks doces, frutas e hortícolas durante o período de confinamento no âmbito da pandemia de COVID-19.

Confinamento: população mais sedentária e a comer mais doces

Estas são algumas das conclusões do Inquérito Nacional sobre os comportamentos alimentares e de atividade física durante o período de confinamento social, realizado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), em parceria com o Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

O estudo foi feito com base em dados recolhidos entre 9 de abril a 4 de maio, com uma amostra de 5 874 indivíduos (com 16 ou mais anos de idade) em confinamento, através de questionário online e inquérito telefónico.

O estudo avaliou os comportamentos alimentares e de atividade física, mas também incidiu no acesso a informação sobre as duas dimensões comportamentais.

Fonte: DGS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS