ACNE

Probióticos podem ser benéficos no tratamento da acne

A acne é conhecida como uma doença inflamatória crónica da pele, com graves efeitos adversos na qualidade de vida dos pacientes. A crescente resistência aos antibióticos diminuiu a sua eficácia no tratamento da acne.

Probióticos podem ser benéficos no tratamento da acne

Como suplementos alimentares microbianos viáveis, os probióticos fornecem benefícios à saúde através do combate a patógenos e da manutenção da homeostase do microbioma intestinal e da pele.

Cientistas da Universidade de Ciências Médicas do Irão conduziram uma revisão sistemática da literatura para avaliar o potencial dos probióticos (orais ou tópicos) no tratamento da acne vulgar.

Os investigadores descobriram que as lesões de acne estavam associadas a aumentos na proporção de Propionibacterium acnes (P. acnes) como uma bactéria comensal da pele.

Os probióticos mostraram efeitos inibitórios em P. acnes, através da mediação de proteínas antibacterianas e substâncias inibidoras do tipo bacteriocina e com efeitos imunomoduladores nos queratinócitos e células epiteliais.

Além disso, os probióticos inibiram a citocina interleucina-8 em células epiteliais e queratinócitos, sugerindo atividades imunomoduladoras.
A fermentação do glicerol por Staphylococcus epidermidis atuou como uma defesa natural da pele contra a acne. Um inibidor do crescimento excessivo de P. acnes., Lactococcus sp., usado como como agente antimicrobiano em loções e formulações cosméticas, pode diminuir os mediadores inflamatórios produzidos por P. acnes e causar vasodilatação, edema, degranulação de mastócitos e fator de necrose tumoral alfa.

Portanto, o uso de probióticos como terapia adjuvante pode ajudar no tratamento da acne vulgar, concluiu o estudo.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS