ADOLESCENTE

Álcool é a substância mais consumida entre alunos do secundário

O Serviço de Intervenção nos Comportamento Aditivos e nas Dependências (SICAD) apresentou, num evento virtual, os dados preliminares relativos ao estudo “Consumo de Álcool, Tabaco, Drogas e outros Comportamentos Aditivos e Dependências (ECATD – 2019)”, realizado entre alunos do ensino público, dos grupos etários dos 13 aos 18 anos. O álcool é a substância mais consumida, seguida do tabaco.

Álcool é a substância mais consumida entre alunos do secundário

Com uma expressão bem menor encontram-se o consumo de determinados medicamentos e de substâncias ilícitas. O uso de internet, nomeadamente o acesso a redes sociais, é hoje uma prática generalizada, assim como os jogos eletrónicos. O jogo a dinheiro é bem menos prevalente.

O estudo conclui que os comportamentos de maior risco estão limitados a uma minoria de inquiridos e são mais esporádicos do que frequentes. Mesmo que de forma experimental, a generalidade dos alunos tem práticas que, pelo facto de serem menores, lhes estão vedadas e outras que são de todo ilícitas.

No que toca ao álcool e tabaco, verifica-se que uma grande percentagem de jovens considera que são de fácil acesso. Estas são as substâncias psicoativas mais consumidas e também cujo consumo se inicia mais precocemente.

Em 2019 participaram neste estudo mais de 26 mil alunos de 734 escolas do país, incluindo as Regiões Autónomas.

A apresentação esteve a cargo de Elsa Lavado, coordenadora do estudo, tendo sido conduzida pelos diretor-geral e subdiretor-geral do SICAD, João Goulão e Manuel Cardoso, respetivamente.

Contou com a participação do secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, do diretor-geral de Educação, José Pedroso, bem como de representantes dos governos regionais dos Açores e da Madeira e do diretor do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS