PANDEMIA

Criada comissão para acompanhar resposta em medicina intensiva

O Governo criou a Comissão de Acompanhamento da Resposta Nacional em Medicina Intensiva para a COVID-19, presidida por João Gouveia. A comissão, constituída por proposta da Direção-Geral da Saúde (DGS), tem como fundamento o “estado de emergência nacional e a situação de calamidade pública provocada pela pandemia de COVID-19”, lê-se no diploma, publicado em Diário da República.

Criada comissão para acompanhar resposta em medicina intensiva

Segundo o despacho, compete à comissão acompanhar e avaliar a implementação dos planos de contingência nacionais, regionais e locais, para as respostas de medicina intensiva à pandemia COVID-19; acompanhar e avaliar a implementação da Norma n.º 5/2020, de 26 de março, da DGS e propor as medidas necessárias para ultrapassar situações imprevistas no âmbito da resposta em medicina intensiva para a COVID-19.

Na conferência de imprensa de atualização da situação da COVID-19 em Portugal, João Gouveia sublinhou que “a resposta da medicina intensiva tem sido excelente”, contudo, não escondeu que há carências. A solução passará pela adaptação de especialistas de outras áreas.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS