CANCRO

Avaliada relação entre consumo de café e risco de cancro

Os estudos epidemiológicos sobre a associação entre ingestão de café e risco de cancro produziram resultados inconsistentes.

Avaliada relação entre consumo de café e risco de cancro

Para resumir e avaliar a qualidade das evidências atuais nesta área, cientistas internacionais realizaram uma revisão abrangente das descobertas existentes, a partir de meta análises de estudos observacionais. A revisão foi publicada na revista BMC Cancer.

Ao avaliar o PubMed, Embase, Web of Science e o banco de dados Cochrane, os investigadores recuperaram 28 meta análises individuais, incluindo 36 associações sumárias para 26 locais de cancro para esta revisão abrangente.

Foram encontradas associações significativas evidentes para cinco tipos de cancro nas análises de dose-resposta.

A maioria dos estudos (69 por cento) mostrou baixa heterogeneidade (I2=50 por cento). Três e seis associações apresentaram evidências de viés de significância excessivo e viés de publicação, respetivamente.

A ingestão de café estava inversamente relacionada com o risco de cancro do fígado e cancro do endométrio e foi caracterizada por relações dose-resposta.

O estudo também indicou que o alto consumo de café durante a gravidez estava associado à leucemia linfocítica aguda na infância, com base numa meta análise de seis estudos de caso-controlo.

Embora a evidência seja categorizada como evidência convincente, ainda são necessários mais estudos de coorte para confirmar a associação entre ingestão materna de café e leucemia infantil.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS