CÉLULAS-ESTAMINAIS

Crioestaminal adia pagamento a quem guarde células estaminais

Tendo em conta o contexto atual, a Crioestaminal, laboratório de criopreservação líder em Portugal e um dos maiores da Europa, permite que os futuros pais tenham acesso ao serviço de criopreservação das células estaminais do seu bebé, sem investimento imediato, disponibilizando três opções distintas de acessibilidade.

Crioestaminal adia pagamento a quem guarde células estaminais

A primeira opção é adiar o pagamento, para famílias cujos bebés nasçam nos próximos três meses o pagamento do serviço de processamento e criopreservação poderá ser efetuado apenas em julho sem qualquer encargo adicional.

Outra opção é pagar agora apenas o valor correspondente ao processamento das células estaminais (menos de 50% do valor habitual) pagando a criopreservação por 25 anos através de valores anuais acessíveis. Outra alternativa é a das famílias poderem continuar a optar por pagar o serviço em prestações até 60 meses.

“Acreditamos que guardar as células estaminaiss no momento do parto é uma oportunidade única, irrepetível e não queremos que os futuros pais abdiquem de o fazer por razões económicas ou pela incerteza do momento que vivemos. Esperamos que estas possibilidades de adiar o pagamento e condições especiais de acessibilidade sejam uma mais-valia para as famílias neste momento que atravessamos, e que lhes permita viver de forma mais tranquila o momento especial que é o nascimento de um filho”, afirma André Gomes, Diretor Geral da Crioestaminal.

As células estaminais são uma opção terapêutica para mais de 80 doenças, tendo já sido realizados mais de 45.000 tratamentos em todo mundo, em adultos e crianças, pelo que criopreservar as células estaminais, alarga o acesso das famílias a terapias celulares.

Fonte: Crioestaminal

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS